Terapia nuclear direcionada explora maior atividade metabólica do câncer

Por Docmedia

24 outubro 2020

O núcleo celular possui funções críticas para a sobrevivência, que são organizar e proteger o material genético da célula. Entretanto, para que os processos celulares funcionem corretamente, o núcleo precisa vencer a barreira representada por sua membrana e se comunicar com outras regiões da célula.

Essa comunicação protegida é efetivamente realizada por meio do complexo de poros nucleares (CPN), passagem necessária de todas as moléculas que entram ou saem do núcleo celular. Em verdade, parte relevante da comunicação entre o núcleo e o citoplasma diz respeito ao controle do metabolismo celular. Sendo assim, é possível pensar que células com metabolismo mais ativo necessitariam de maior número e atividade do CPN.

Foi com esse entendimento que pesquisadores do Sanford Burnham Prebys Medical Discovery Institute decidiram investigar a viabilidade de utilizar o CPN em estratégias de tratamento do câncer. Efetivamente, o bloqueio do CPN em modelos de câncer humanizado em ratos foi ruinoso para as células cancerígenas, mas afetando apenas levemente e de forma reversível as células saudáveis. Em virtude disso, novas estratégias de tratamento com essa direção podem ser efetivas no futuro..

Quer saber mais?

Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia, no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.

Baixe aqui AppStore

Baixe aqui Google Play

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens relacionadas