Estudo desvenda mecanismo de resistência bacteriana e indica alvo terapêutico

Por Docmedia

8 abril 2021

Um grupo de pesquisa internacional liderado por pesquisadores da Universidade do Texas identificou uma proteína cujo funcionamento é capaz de avisar à bactéria que a produz, a Enterococcus faecalis resistente à vancomicina (VRE), sobre a presença de antibióticos, assim como permite que ela se reestruture para sobreviver a ataques do sistema imune e de antibióticos. O artigo foi publicado no Proceedings of the National Academy of Sciences e foca essa importante ameaça à saúde que é o VRE, algumas vezes resistente a todos os antibióticos e responsável por milhares de mortes anuais.

As VREs desenvolveram estratégias evolutivas para proteger suas membranas celulares (CMs) do ataque de antibióticos e de peptídeos antimicrobianos (AMPs) endógenos. Os medicamentos que atuam na membrana celular incluem daptomicina (DAP), um antibiótico da linha de frente que pode ser a única opção contra as infecções por VRE mais profundas. No entanto, algumas cepas de Enterococcus faecalis e Enterococcus faecium agora desenvolveram resistência à DAP relacionada a alterações em sua composição e distribuição de fosfolipídios da membrana celular. Esse mecanismo está vinculado ao sistema de resposta ao estresse LiaFSR, que regula a resistência nos enterococos, causando grandes mudanças no envelope celular. Isso inclui alterações no conteúdo e na arquitetura de fosfolipídios da membrana celular.

O estudo utilizou cepas clínicas de VRE e demonstrou como uma proteína chamada LiaX é liberada pelas bactérias VRE no ambiente para detectar a presença de antibióticos como a daptomicina e desencadear a reestruturação da célula bacteriana para impedir a destruição pela droga ou por AMPs endógenos. A pesquisa é valiosa porque desvenda um importante sistema de alerta e reestruturação celular utilizado pelas VREs para construir resistência.

Quer saber mais?

Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.

Baixe aqui AppStore

Baixe aqui Google Play

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens relacionadas