Descoberto mecanismo anticâncer inédito de componente do chá verde

Por Docmedia

26 março 2021

Pesquisadores do Rensselaer Polytechnic Institute identificaram como um componente do chá verde é capaz de colaborar para que o organismo se defenda melhor contra o surgimento de células cancerígenas.

O artigo da equipe na Nature Communications foca na interação entre o conhecido gene supressor de tumor p53 e o principal antioxidante do chá verde, a epigalocatequina galato (EGCG). A função primordial do p53 é impedir a prosperidade de células contendo DNA danificado.

Já a EGCG, foi descoberto competir pelo mesmo sítio de ligação na p53 utilizado pela proteína MDM2, que promove sua degradação. Desta forma, a adição de EGCG preserva p53 de ser degradada, reforçando a disponibilidade de p53 e a função de reparo de danos ao DNA.

Quer saber mais?

Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens relacionadas
Read More

Ritmo circadiano do intestino delgado associado à prevenção da obesidade e melhor saúde

O intestino humano contém entre 500 a 1.000 diferentes espécies bacterianas em atividade, o que pode significar um microbioma composto por até 100 trilhões de microrganismos. A novidade é que pesquisadores da Universidade da Califórnia (San Diego) decidiram investigar essa complexidade do microbioma em diferentes momentos do dia e com diferentes estímulos dietéticos e ver como isso afeta o organismo hospedeiro.