Um microbioma idoso pode afetar negativamente a cognição de jovens

Por Docmedia

31 outubro 2020

Estudos já mostraram evidências de que o transplante de microbiota intestinal de ratos jovens pode melhorar a expectativa de vida e a saúde de ratos idosos. A partir de então pesquisadores especulam a possibilidade de que esse tipo de troca possa envolver outros benefícios.

Agora, um grupo de pesquisa com integrantes da University of East Anglia, da University of Florence e do Quadram Institute afirma que o mesmo tipo de procedimento possivelmente pode trazer benefícios para a cognição. Em verdade, o artigo da equipe mostra que a hipótese foi abordada na direção inversa.

Resumidamente, transplantes fecais de ratos idosos para receptores jovens provocaram nos jovens modificações cognitivas semelhantes àquelas apresentadas por idosos. O estudo reforça a manipulação do microbioma como estratégia de melhora da saúde.

Quer saber mais?

Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia, no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.

Baixe aqui AppStore

Baixe aqui Google Play

Total
0
Shares

Deixe uma resposta

Postagens relacionadas
%d blogueiros gostam disto: