Estudo sobre a qualidade do sono e a Doença de Alzheimer

Por Docmedia

27 setembro 2020

Embora o sono seja um dos fenômenos sobre o qual temos menos conhecimento, crescem as evidências de que um sono de qualidade é crítico para a manutenção da saúde no longo prazo. No que concerne à doença de Alzheimer (DA), estudos demonstraram que é durante o período de repouso noturno que o cérebro promove a depuração de toxinas, entre elas a proteína beta-amiloide. A novidade é que um estudo de pesquisadores da Universidade da Califórnia (Berkeley) sugere que não é qualquer sono que promove esse efeito benéfico.

O artigo com a pesquisa foi publicado conta que os pesquisadores compararam os padrões de sono de 32 idosos saudáveis e correlacionou esses padrões com a deposição de beta-amiloide ao longo de anos.

Quer saber mais?

Veja esse artigo na íntegra e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia, no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.

Baixe aqui AppStore

Baixe aqui Google Play

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens relacionadas