Estudo aumenta conhecimento sobre benefícios do chá na hipertensão

Por Docmedia

16 abril 2021

Estudos já demonstraram benefícios dos compostos de chá para a saúde. Compostos de chá têm sido associados a efeitos positivos para a diminuição do peso, combate à inflamação e proteção contra doenças cardiovasculares e câncer.

Agora, pesquisadores da Universidade da Califórnia (Irvine) demonstraram que compostos de chá preto e verde são capazes de relaxar a musculatura lisa dos vasos sanguíneos, o que pode explicar os efeitos anti-hipertensivos desses compostos. O artigo da equipe na Cellular Physiology and Biochemistry nos conta que o objetivo foi investigar os mecanismos moleculares envolvidos nos efeitos anti-hipertensivos já relatados desses compostos de chá.

Experimentos de modelagem computacional, miografia, eletrofisiologia e espectrofotometria de massa conseguiram identificar um sítio nos canais iônicos KCNQ5 onde os compostos gallato de cânhama epicatechin (ECG) e o epigallocatechin-3-gallate (EGCG) se ligam e aumentam a ativação do canal, colaborando para a excitabilidade da célula e o relaxamento da musculatura lisa vascular. Com esse mecanismo de ação identificado, ECG e EGCG se tornam potenciais candidatos a novos anti-hipertensivos no futuro.

Quer saber mais?

Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.

Baixe aqui AppStore

Baixe aqui Google Play

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens relacionadas
Read More

Ritmo circadiano do intestino delgado associado à prevenção da obesidade e melhor saúde

O intestino humano contém entre 500 a 1.000 diferentes espécies bacterianas em atividade, o que pode significar um microbioma composto por até 100 trilhões de microrganismos. A novidade é que pesquisadores da Universidade da Califórnia (San Diego) decidiram investigar essa complexidade do microbioma em diferentes momentos do dia e com diferentes estímulos dietéticos e ver como isso afeta o organismo hospedeiro.